Além de todos os credos, maneirismos e crenças... Somos irmãos, e todos nós estamos na mesma barca... A Barca Celestial...
Nave Mãe Terra.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Profecias Maias para 2012



Eu já disse aqui que o filme sobre 2012 é uma produção sensacionalista da cultura do Apocalipse, ou seja os Maias sabiam que em 2012 terminava um ciclo de que eles chamavam de Baktun, estamos no Baktun da Tempestade ( Transformações Duras Queda das Ilusões ) e vamos ingressar no Baktun do Sol ( Esclarecimento e Cura ) Mas vamos ler este texto que encontrei sincronicamente hoje:


"As previsões dos maias para dezembro de 2012 não se referem ao fim do mundo, mas ao retorno do deus Bolon Yokte, que voltaria ao término de uma era e ao começo de outra, segundo uma nova interpretação divulgada nesta quarta-feira (30) pelo Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do México.
Os especialistas Sven Gronemeyer e Barbara Macleod, da Universidade da Trobe (Austrália), divulgaram uma nova interpretação das inscrições maias do sítio arqueológico de Tortuguero, durante a 7ª Mesa Redonda de Palenque, realizada no estado mexicano de Chiapas.
A data de 21 de dezembro de 2012 citada nas inscrições do povo indígena maia gerou diversas especulações sobre supostas "profecias maias do fim do mundo", versão que foi rejeitada pelos arqueólogos e epigrafistas.
Segundo os especialistas, os maias criaram um calendário com base em um período de 400 anos, denominado Baktun. Cada era é composta por 13 ciclos de 400 anos, que somavam 5.125 anos, e, segundo a conta, a era atual concluiria em dezembro de 2012.
Efe
Representações gráficas do deus maia Bolon Yokte
Representações gráficas do deus maia Bolon Yokte
Gronemeyer explicou que, de acordo com a visão maia, no final de cada era, completava-se um ciclo de criação e começava outro. Nesta inscrição, menciona-se que 21 de dezembro "seria investida a deidade Bolon Yokote", um deus vinculado à criação e à guerra, que participou do começo da atual era, iniciada em 13 de agosto do ano 3.114 a.C.
O epigrafista alemão indicou que essa inscrição está ligada à história da cidade maia de Tortuguero, na qual se cita o governante Bahlam Ajaw (612-679 d.C.) como futuro participante de um evento do final da era atual.
O texto de caráter narrativo, segundo Gronemeyer, mostra que os governantes maias deveriam "preparar o terreno para o retorno do deus Bolon Yokte, e que o Bahlam Ajaw seria o anfitrião de sua posse".
Conforme este prognóstico, o deus Bolon Yokte presidiria o nascimento de uma nova era, que deverá começar em 21 de dezembro de 2012, e supervisionaria o fim da era atual.
"A aritmética do calendário maia demonstra que o término do 13º Baktun representa simplesmente o fim de um período e a transição para um ciclo novo, embora essa data seja carregada de um valor simbólico, como a reflexão sobre o dia da criação", comentou Gronemeyer.
O epigrafista mexicano Erik Velásquez disse que, para os escribas maias, a história como uma narração de eventos humanos foi uma preocupação secundária. Eles se centravam nos rituais de qualquer tipo, por isso, "as inscrições mostram relações complexas entre o tempo, as esculturas e os prédios".
"Na antiga concepção maia, o tempo se construiu tal como as esculturas e os prédios que as continham, os períodos tinham consciência, vontade, personalidade e se comportavam como humanos", acrescentou Velásquez."


4 comentários:

Astrid Annabelle disse...

William!
É mesmo sem nexo essa conversa de fim de mundo...e, se de fato o mundo acabasse pra que se preocupar...acaba e pronto!!!
Mas parece que o povo gosta de tragédia...de ficar com medo...eita!!!
Gostei do que li acima e irei voltar para reler...nessa hora do dia meus Tico e Teco estão em recesso...esgotados coitados!!!hehehe
Beijo grande
Astrid Annabelle

Anônimo disse...

Muito bem, procurei em muitos sites respostas para esse mito, e finalmente alguem o conseguiu explicar de forma a nao dizer que vai acabar o mundo! ke parvoice!

Vale da Busca disse...

Será Bahá’u’lláh a volta do prometido Quetzalcóatl ou Kukulcán ou Bolon Yokte?

Teria Bahá’u’lláh sido profetizado no Chilam Balan ou por Pacal Votan?

E se os maias estivessem certos, mas a interpretação errada?

E se o cálculo das profecias estivessem adiantados?

E se o último kantun e os eventos astronômicos e naturais preditos pelos maias se referissem e coincidissem com os acontecimentos cósmicos do século XIX, no período anterior a 1844, conforme relata William Sears no livro Ladrão na Noite?

E se estas profecias se referissem a vinda de o Prometido de todos os tempos?

E se estes eventos e prenúncios coincidissem com a expectativa messiânica universal de todos os povos e culturas da Terra que aguardam o nascimento de uma Nova Era na história da raça humana?

A partir de 21 de abril de 1863, um jovem prisioneiro persa faz uma espantosa e desafiadora proclamação à humanidade:

“Uma vida nova, nesta era, está vibrando em todos os povos da terra; contudo, ninguém lhe descobriu a causa nem percebeu o motivo.”

“O tempo predestinado para os povos e as raças da terra é chegado agora. As promessas de Deus, como as registram as Sagradas Escrituras, foram todas cumpridas.”

“Dize: Ó assembléia dos governantes e, dos eruditos e dos sábios! Veio o Dia Prometido e apareceu o Senhor dos Espíritos. Regozijai-vos com grande júbilo por causa desta felicidade suprema.”

“Vede como os diversos povos e raças da terra têm esperado a vinda do Prometido. Mal se manifestara Aquele que é o Sol da Verdade, quando, eis que d'Ele todos se afastaram.” (Bahá’u’lláh)

Favor investigar:

http://bci.org/prophecy-fulfilled/mayan.htm

http://bci.org/prophecy-fulfilled/chilam.htm

http://editorabahaidobrasil.blogspot.com.br/2011/03/proclamacao-de-bahaullah-aos-reis-e.html

http://www.h-net.org/~bahai/docs/vol15/Native_Bahai_Message.pdf

ou pelo livro Ladrão na Noite de William Sears: ISBN: 9788532002372

http://issuu.com/ehdorsey/docs/el-ladron-en-la-noche

William Oliveira disse...

Aos Queridos irmãos e companheiros de navegação na Barca mãe Terra do Vale da Busca..., eu não vi descordância nenhuma no que vocês me perguntam e sugerem do que está escrito no Blog.
Talves tenha faltado vocês lerem o que eu escrevi.

Acredito em tudo que disseram, já conheço isto. Vou ler sim, mas nao agora... o Novo Está Nascendo. Eu quero me atentar ao Novo!

Beijo de Luz.. .Vivamos na Essência, além das palavras e palavras... isto é o Novo Mito.

Gratidão pelo comentário.


William

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oxumarê: Divindade Despertadora do Novo Mito

Oxumarê: Divindade Despertadora do Novo Mito