Além de todos os credos, maneirismos e crenças... Somos irmãos, e todos nós estamos na mesma barca... A Barca Celestial...
Nave Mãe Terra.

domingo, 22 de abril de 2012

A Bruxa Solidão Parte 7





Pensando sobre os ensinamentos da Bruxa...


Às vezes a Senhora Solidão, me incomodava um pouco, pra não dizer muito.  Suas frases irônicas... até debochadas... suas mazelas ao amor... e eu pensava ser ela, talvez uma pessoa amarga... E também se demonstrava um tanto confusa, tonta... ou arredia... Mas analisando bem nossa última conversa... depois de tantos meses sem vê-la... vendo os resultados de aderir e praticar seus ensinamentos, eu me percebi mais forte... não fechado, mas forte, para com os outros... e especialmente, forte comigo...
afinal eu não poderia me deixar levar pela correnteza emocional e energética do outro... fosse em que relacionamento fosse, eu deveria manter o meu foco... a minha direção... sabendo bem que o "o ponto nevrálgico da feitiçaria é a percepção " eu me encontrei comigo mesmo, e apesar de até mesmo a meus olhos, tudo estar em ruínas... eu estava forte, alguma direção ou âncora surgira clara em mim, e além da dor... eu estava ciente de que não poderia parar a minha vida... porque eu amava as minhas escolhas e acima de tudo eu me amava agora e tinha que fazer o melhor por mim!
Havia sido sem dúvida uma escolha dura... uma escolha muito doída, parar com o drama que nós mesmos nos impomos, um drama cultural, alienado, de colocarmos o outro numa posição superior a nós mesmos... de amar o amor de nossa vida... o marido ou a esposa, ou o namorado (a ), acima de nós... e nos comportamos como nossas mães preocupadas, ligando inúmeras vezes, e nos permitimos ficar descontrolados de preocupação caso aja um atraso mínimo ou corriqueiro... e nos entregamos ao ciúme e a posse, como se estivéssemos agindo certo, nos cercando de justificativas que fazem parte deste drama cultural de: "amo e tenho que cuidar"... ou :  "se está comigo é só comigo" ou:  "é meu ou não é de ninguém..."  e tem também o famoso bordão: "Ele ou ela sabia como sou... então deve me aceitar..." E isto se estende aos relacionamentos profissionais, nos colocamos abaixo do chefe, do talentoso colega de trabalho, do mau-humorado... e vamos indo nos rebaixando e quando encontramso alguém "menor"l ogo vamos descontar sobre esta pessoa a nossa própria inferioridade... no amor ou no trabalho, este ser que se coloca também por sua vez, inferior a nós, é alvo de nossa venenosa falsa humildade... Foi preciso entender, que antes de tudo este processo de sofrer no amor ou nos relacionamentos, está intimamente ligado ao complexo de inferioridade... que por sua vez está ligado ao Ego Inflamado.
Nos consolamos, dizendo que não conseguimos... que seria sobrehumano... mas sequer tentamos, porque é doído, porque significaria bandonar todos os nossos velhos conceitos para seguirmos o caminho da igualdade entre os seres... sem prossões emocionais ou físicas.
Quantas vezes achamos que não podemos nos bancar financeiramente... que não podemos viver sozinhos... "Mas a solidão é uma professora incrível, eu diria até que ela é melhor professora do que a morte..." me disse a Bruxa Solidão quando eu reclamei a ela que não conseguia ficar só...

...

Temos um medo apavorante é de nós mesmos, já pensou que este vazio que sente, que esta dor, e este medo de estar só, é medo de se encontrar???
Sabe, a humanidade deveria parar um pouco com os relacionamentos amorosos obrigatórios... sabe, aqueles do státus?... Do meio social, da obrigação de ter alguém, isso ajudaria a diminuir a população!
( Gargalhou ) É ridículo ver adolescentes de 14 anos viajando para encontrar o namoradinho distante, sofrendo, repetindo os dramas dos pais e logo gerando bebês que por sua vez vão sofrer e se enredar pelos caminhos da loucura do falso-amor humano, e vão se repetindo e se repetindo na dor e na ilusão...
As projeções do espelho deveriam ser analisadas... mas a humanidade não quer nada com nada! Sou sim uma crítica da humanidade!
Sou talvez a única pessoa que prega a Nova Era, e que é contra os relacionamentos! Sim sou contra ao amor barato que subjugamos a nós mesmos, a esta chatice de evoluir no outro e pelo outro!.. ( Riu maliciosa )
Sabe o que dizem os espíritas? Que não se relacionar é vaidade! Mas eu quero sim é ser vaidosa então... precisei me curar, tinha um caminho a seguir... saí da morte... e então... precisei me conhecer, e é raro alguém que caminhe ao lado! Vão sempre querer caminhar atrás ou na frente, ou pior! Por cima! Ou pior ainda! Montados em mim!
Pense nisto antes de se enredar atrás do primeiro rabo de saia!:
Você vai conseguir manter a sua individualidade? Cuidar de você primeiro, pra depois cuidar do outro? Ser responsável consigo mesmo, para não fazer dramas de controle com a pessoa amada?... É um desafio não acha?
Eu se fosse você iria se curar primeiro, curar sua inferioridade crônica... seu destino mau, que te deram de graça e você aceitou feito ovelha mansa perante seus tosqueadores!
Sim, esta é uma conversa espinhosa! Muitas mulheres se dedicam a um homem burro, porque possui filhos com ele! Mas na verdade, elas não estão presas pelos filhos, e sim porque temos a mania, o defeito, de nos acostumarmos com o mau, com o desconforto! E pior, nós mesmos nos prendemos emocionalmente a seres burros e mau educados, espinhudos, porque queremos sofrer! Pare de querer sofrer... aí sim terá um relacionamento saudável com todos os seus círculos! Mas sabe que existem pessoas e pessoas... existem os que se acham superiores ao mundo e são incapazes de dizer de suas necessidades físicas ou financeiras, pro marido ou pro chefe... aí fica difícil né... mas não é o seu caso! Você é do tipo que diz suas necessidades aos quatro ventos! Basta olhar pra você para ver que tem cara de pedinte! ( Gargalhou malvada! !
Fale quando te desagradarem... existem muitos falsos ursinhos de pelúcia por aí! Dizendo coisas teríveis, falando em nome de uma falsa sinceridade, e machucando pessoas, mas se você disser, Pare! Comigo não ! Então vai ver quem realmente são estes ursinhos! Hoje em dia eles adotam facilmente as filosofias orientais e ficam pisando nas pessoas para se sentirem superiores... na verdade eles precisam do mesmo trabalho interno que você se dispôs a fazer! Se curar da autopiedade e do complexo crônico de ter que ser menos que o seu parceiro de trabalho ou amoroso!

É um processo!
Encontre agora uma bruxa que saiba parar o sofrimento!
Eu sei parar com os relacionamentos doentios... eu sou a Bruxa Solidão!...





Outras postagens da Bruxa Solidão:









Um comentário:

Simone MartinS2 disse...

Nossa! Ela veio na hora certa, para te amparar e te ajudar nas
tuas decisões, duvidas...Concordo
com ela, temos que nos amar, sermos
quem somos...Estou aos poucos conquistando a minha pessoa, hoje ja respondo quem sou...Simone Martins! Mas ainda me sinto presa ao lar, filhos e marido, pois no fundo, sei que ainda o Amo demais!
Dei-lhe asas para voar, mas as minhas asas continuam amarradas nesse amor que as vezes duvido existir por parte dele. Querido, lute para se tornar voce William.
Bjinhos e adorei as palavras da Bruxa hoje! Fique bem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oxumarê: Divindade Despertadora do Novo Mito

Oxumarê: Divindade Despertadora do Novo Mito