Além de todos os credos, maneirismos e crenças... Somos irmãos, e todos nós estamos na mesma barca... A Barca Celestial...
Nave Mãe Terra.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Sobre o Xamã...






Um Xamã, eu aprendi não me lembro exatamente onde, deve reunir alguns Atributos importantes para ser considerado um bom Xamã, e são eles:

Sacerdote;

Psicólogo;
Terapeuta;
Conselheiro;
Curandeiro;
Orador;
Poeta;
Guerreiro.


Outros pontos importantes sobre o Xamanismo e o Xamã:


Estes atributos não são adquiridos apenas no conhecimento acadêmico, mas sim, na vivência do mesmo...
não é a toa, que um Xamã em sua Iniciação é levado a Morte, e ela acontece... simbolicamente e arquetipcamente, e não é uma decisão do aprendiz ou de seu mestre Instrutor...  já que a pessoa não escolhe ser um Xamã... mas é chamada para tal, destinada por usa Regencia Espiritual... ou seja... pode haver sim um desejo de ambas as partes, ou melhor, consciente e inconsciente, mas todo este processo de Morte e Renascimento do Ser como um Xamã é algo fora totalmente do controle da razão.
O Xamã precisa experiênciar a morte por diversos motivos e por diversas vezes... Seja para simplesmente aprender a curar o moribundo... até mesmo ressuscitar um morto, ou para vencer sua razão e seu ego limitadores de seu vôo evolutivo. 
O Xamã é o Filho da Grande Aranha que tesceu o Universo... ele é a própria Aranha que retorna, para reparar as falhas na Teia... para despertar seus filhos... em um tempo ilusório, e conduzí-los para a verdadeira realidade.
O Xamã é um Cantador dos Mistérios Divinos...
Por isto também é um Poeta...
Artísta ou mágico...
Estes atributos afloram naturalmente naquele que segue seu caminho... sua lenda ... seu 'Mistério Particular'.
Todos os seres possuem o seu Mistério Particular... que veio ser aqui Manifestado... enquanto este Mistério não se manifesta é comum que a pessoa sofra... pois ainda não está harmonizada consigo mesma e com sua Lenda... O que exige auto-conhecimento, auto-aceitação e entrega total... o que com certeza acarreta a dolorosa morte do ego que tenta controlar tudo e nos contorcer com sua ansiedade por realizar e ganhar... 
Também costumamos nos desencontrar de nós mesmos aqui no mundo das ilusões em que vivemos, pois quase sempre queremos ser o que não somos... apenas para nos igualar aos nossos ideáis de perfeição ou para sermos aceitos...
pensemos nisto.


E que a Grande Aranha Conduza a sua Vida!







2 comentários:

Bloguinho da Zizi disse...

Só passando pelo sofrimento do desapego é que ele atinge a sua Luz Perfeita.
Nada fácil!!!!

Beijinhos

Astrid Annabelle disse...

Por isso precisamos devolver nosso coração para Deus...>>>>
Lindo texto meu xamã predileto!
Beijos.
Astrid Annabelle

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Oxumarê: Divindade Despertadora do Novo Mito

Oxumarê: Divindade Despertadora do Novo Mito